6 dicas para reduzir e otimizar o orçamento da construção civil

Além de excelentes profissionais e materiais de alto nível, uma boa obra depende de um planejamento que leve em consideração o orçamento real para execução do projeto. Com base em um planejamento de gastos, você consegue ter uma obra com alta qualidade sem desperdiçar dinheiro. Veja neste artigo 6 dicas para reduzir e otimizar o orçamento da construção civil.

1. Tenha o orçamento como base

O planejamento precisa ser muito bem feito, detalhando todas as partes da obra. Para isso, é fundamental conhecer bem os recursos disponíveis em caixa. Portanto, primeiramente faça um levantamento para descobrir quanto possui para orçamento.

Em seguida, liste todos os requisitos do projeto, aquilo que precisa ser feito invariavelmente. A partir disso você poderá adequar a obra ao orçamento. Converse com os profissionais envolvidos para demandar as primeiras tarefas para tirar o projeto do papel.

2. Tenha um projeto definido

O seu projeto precisa ser muito bem definido, e isso significa que não deve haver dúvidas por parte de todos os envolvidos no planejamento. A definição serve para você alinhar os materiais que irá utilizar, de modo que permita você ter respiro e folga para possíveis imprevistos. Além disso, um projeto bem definido dá mais agilidade e dinamismo para sua obra, bem como evita possíveis dúvidas.

3. Pesquise por promoções

A compra segue o mesmo padrão de qualquer outra: procurar as melhores ofertas. Contudo, é ideal que você conheça o setor comercial de materiais de construção. Grandes varejistas estão constantemente em promoção, e muitas vezes anunciam descontos que não são tão vantajosos assim.

Por isso, a pesquisa de promoções envolve a comparação entre as mais variadas ofertas disponíveis. Aproveite momentos de festas e feriados sazonais, pois muitas empresas costumam fazer grandes campanhas nessa época.

4. Negocie com fornecedores

A negociação é uma parte muito importante para o projeto. Você não irá comprar apenas um produto, e isso é preciso ficar claro quando for até o fornecedor. Demonstre que há a possibilidade de você comprar tudo o que precisa na mesma empresa, mas para isso é ideal obter um bom desconto ou outro benefício.

5. Deixe tudo comprado

Comprar tudo de uma vez, além de lhe render descontos, garante que você tenha tempo para se dedicar em outras partes da obra. Procure listar tudo para agilizar o projeto e evitar prováveis voltas às lojas de materiais de construção. Evidentemente, é muito difícil não ter imprevistos, por isso é importante ter uma quantia de dinheiro reservado para esses momentos.

6. Use custo-benefício, mas também o valor agregado

Uma obra demanda por muitos materiais diferentes: hidráulico, acabamento, elétrico etc. Seu trabalho é definir, junto com o engenheiro e o mestre obras, onde você poderá economizar. Alguns desses materiais podem ser comprados com base no custo-benefício, outros nem tanto.

A parte hidráulica, por exemplo, pode ter uma redução de custos para melhorar a parte elétrica. Vale a pena obter mais benefícios do que custos, ainda que não seja a melhor marca do mercado.

Contudo, grande parte da obra irá precisar de qualidade. E isso é muito importante, pois materiais de marca irão garantir durabilidade e evitar gastos no futuro. Então, converse com os profissionais da obra para descobrir onde você poderá reduzir custos.

Visite nosso site para conhecer uma ferramenta que irá lhe auxiliar seu planejamento e orçamento da obra.