Scroll Top

Um orçamento bem estruturado é um fator determinante para o sucesso – ou fracasso – de seu projeto de construção. Com essas informações em mão você tem noção do quanto precisará desembolsar em cada fase de desenvolvimento da sua obra, podendo planejar tudo com maior eficiência e antecedência.

O orçamento pode variar de acordo com o tipo de obra a ser construída, afinal, cada construção possui suas próprias exigências e características; algumas obras demandam mais material de construção, enquanto outras demandam maior mão de obra. As obras mais comuns são:
  • Edificações;
  • Obras de terra;
  • Construções pesadas;
  • Transportes
  • Montagem e instalação
  • Reforma e decoração
Ainda existem outros fatores que podem influenciar no orçamento da obra a ser desenvolvida – entre eles estão o local da construção, o período do ano, data de entrega do projeto e até mesmo o clima (tempo seco, chuvoso, verão) podem influenciar no valor final.

VANTAGENS DE UM BOM ORÇAMENTO

O orçamento da sua obra é muito mais do que um simples cálculo, ele é essencial para tomar decisões que podem afetar o cumprimento dos prazos e entrega da obra; com ele é possível prever os valores de cada material utilizado na construção de forma que seja possível adequar o orçamento às necessidades reais da obra. Entre as principais vantagens estão:

Eficiência

Com um orçamento bem elaborado, o planejamento da obra torna-se muito mais simples e eficaz, pois a disponibilidade de recursos para cada fase da construção é definida com clareza. Ainda, com o orçamento é possível prever e planejar a quantidade necessária de material, equipamentos técnicos e serviços de mão de obra que deverá ser disponibilizada durante o processo de construção, tornando o acompanhamento da evolução do projeto mais prático. Todo o projeto é beneficiado quando existe um orçamento bem planejado, pois com ele, além dos custos, é possível determinar qual deverá ser a rotina de trabalho e planejar atividades de acordo com o cronograma, para evitar atrasos no desenvolvimento e, consequentemente, na entrega do projeto.

Redução de custos

Como você sabe exatamente o que precisa para colocar seu projeto em prática, fica mais fácil realizar pesquisas de preços antecipadamente, encontrando os melhores materiais e custo benefício. Além disso, com as informações em mãos, torna-se mais fácil negociar com as empresas terceirizadas, sejam elas de serviços de mão de obra ou fornecedores de material de construção. Lembre-se: compras de última hora sempre sairão mais caras, afinal, você precisará se apressar para não sair do cronograma e, consequentemente, não terá tempo de realizar uma boa pesquisa de preços.

Controle de recursos

Um bom orçamento deve incluir a quantidade exata de todo o material, equipamento e serviço necessário que será utilizado no decorrer da construção. Esse planejamento faz com que a construção flua melhor, de forma mais eficaz, segura e, claro, com maior controle, evitando desvios e desperdício de recursos. Dessa forma, fica claro para todos os envolvidos o que deve ser feito, quando deve ser feito e quanto deve ser gasto em cada insumo ou serviço utilizado.

Controle da obra

Complementando o tópico acima, é possível analisar se o planejamento está sendo executado da forma correta, isso inclui a quantidade de material / equipamento / serviço utilizado, além de averiguar se os prazos pré-determinados estão sendo cumpridos. Dessa forma, é possível identificar as necessidades da obra e evitar problemas, seja adquirindo mais material e equipamento técnico ou contratando mão de obra adicional. Ainda, com um bom planejamento é possível identificar se o recurso financeiro será suficiente ou se será necessário recorrer a outros recursos, como empréstimos ou financiamentos.

Garantia de lucro

Quando um orçamento é bem planejado, ele oferece a segurança sobre o quanto a obra custará e, consequentemente, quanto ela renderá no momento da venda. Dessa forma, torna-se mais fácil analisar se um negócio será ou não lucrativo, identificando quanto do valor investido retornará como lucro.

Maior credibilidade no mercado imobiliário

Uma empresa que cumpre os prazos e entrega o prometido dentro dos valores pré-estabelecidos, garante credibilidade em seu nicho. Para que sua empresa torne-se sinônimo de eficiência e confiança é fundamental que em cada projeto seja realizado um bom planejamento, eficaz e adequado aos recursos financeiros, o que só pode ser obtido com um orçamento bem elaborado.

DIFERENTES ORÇAMENTOS

Existem diferentes tipos de orçamento que podem ser utilizados, dependendo de suas necessidades, obra ou fase em que o empreendimento se encontra. São eles:

Avaliação

Um dos primeiros serviços realizados para garantir a viabilidade de uma construção, é a avaliação. Esse tipo de orçamento permite uma margem variável de erro de 20% a 30%. Nessa etapa, deverá ser levado em consideração a área em que o empreendimento será construído, seu acabamento e o Custo Unitário Básico.

Previsão

Agora que você tem uma noção sobre como será a obra, é preciso estimar quanto ela custará. Nessa etapa é aceitável a margem de erro entre 15% e 20% e é levado em consideração o pré-projeto, valores referência de serviços e custos relacionados a obras semelhantes.

Expeditivo

O orçamento expedito é aplicado apenas quando já existe um projeto desenvolvido e os serviços necessários já foram especificados. Nessa etapa, a margem de erro passa a ser menor, sendo aceitável entre 10% a 15% sem prejudicar a obra. Para a elaboração é levado em consideração o projeto arquitetônico, especificações da construção, composição de preços e referência dos valores de insumos.

Detalhado

Nessa fase, todos os projetos já foram definidos e finalizados, além disso, os serviços e especificações já foram estabelecidos. Nessa etapa a margem de erro é pequena, sendo aceitável entre 5% e 10%. É levado em consideração o projeto final, projetos auxiliares, especificações da construção, composição de preços, serviços e insumos para cada fase.

Analítico

Esse tipo de orçamento só pode ser elaborado quando todo o planejamento já foi definido. Essa é a etapa mais rigorosa e realista. Nessa fase, a margem de erro deve ser mínima, variando de 1% a 5%, já que qualquer problema pode afetar a construção. Para elaborar o orçamento analítico é necessário levar em consideração todos os projetos, especificações, serviços, composições e insumos precisos e o planejamento geral da obra.

Em resumo, uma obra de sucesso começa com um orçamento adequado e um bom planejamento. Antes de iniciar seu projeto, coloque no papel quais suas condições financeiras, quais suas expectativas, contate um bom profissional e analise quais as melhores condições para elaborar esse serviço da melhor forma possível.
× Alguma dúvida?